RAIDE PORTUGUÊS A CONACRI

NOVEMBRO DE 1970

A ideia de executar uma incursão em território da República da Guiné surgiu em Agosto de 1969 como um golpe de mão destinado a libertar os mais de vinte prisioneiros de guerra portugueses que estavam em Conacri, na posse do PAIGC. Outro objectivo que parecia fácil de atingir era a destruição das lanchas-rápidas P6 do PAIGC e KOMAR da República da Guiné.

Este artigo é um slideshow PowerPoint. Para ler, clicar em

Mar Verde 2.ppsx (24883309)

^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^

1905 - A BATALHA DE TSUSHIMA

A batalha de Tsushima constitui o episódio final da Guerra Russo-Japonesa (1904-1905). Viria a ser a única batalha naval decisiva travada por esquadras de navios de aço modernos e a última em que a esquadra vencida se rendeu no alto-mar. O interesse da batalha fica acrescido com a circunstância de a esquadra russa ter, previamente, percorrido cerca de 18.000 milhas, desde o Báltico até próximo do Japão, e pela circunstância de, em tempos modernos, constituir a primeira vitória de um povo asiático sobre uma potência europeia.

NOTA: Este artigo não é um texto pdf, como é mais habitual. É um slide-show, semi-automático, com texto e imagens. Pode demorar uns segundos a carregar.

Para ver o slide-show, clicar em:

Tsushima.ppsx (15427032)

~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

1915 – O 25 DE ABRIL DE GALLIPOLI

No início de 1915, a necessidade de encontrar uma alternativa ao impasse estratégico na Frente Ocidental ditou a montagem de uma operação, naval e terrestre, que permitisse aos Aliados romper os Estreitos Turcos e entrar no Mar Negro para apoiar o esforço de guerra russo. A operação, concebida com o mesmo espírito de inabilidade que alimentava a guerra das trincheiras, incluiu um desembarque na península de Gallipoli, em 25 de Abril de 1915, que se tornaria memorável pelo seu inglório desfecho, mas que marcou, para sempre, a memória de australianos e neozelandeses, povos dos domínios britânicos que forneceram a parte mais importante dos efectivos das forças terrestres.

NOTA: Este artigo não é um texto pdf, como é mais habitual. É um slide-show, semi-automático, com texto e imagens. Pode demorar uns segundos a carregar.

Para ver o slide-show, clicar em:

Gallipoli 1915.ppsx (24566610)

*************************************************

1916 - A BATALHA DA JUTLÂNDIA

Em 31 de Maio de 1916, deu-se início à maior batalha naval da 1.ª Guerra Mundial, entre a Grande Esquadra britânica e a Frota de Alto-Mar alemã. Depois da batalha de Trafalgar, em 1805, nunca mais havia sido disputada a supremacia naval da Grã-Bretanha. Reconhecendo que a Alemanha lograra levantar uma esquadra equipada com excelentes navios, os britânicos encaravam um confronto com os germânicos como uma desejada oportunidade para confirmar a excelência e a superioridade da sua Royal Navy. O tema fica enriquecido pela inclusão de imagens e mapas.

NOTA: Este artigo não é um texto pdf, como é mais habitual. É um slide-show, semi-automático, com texto e imagens. Pode demorar uns segundos a carregar.

Para ver o slide-show, clicar em:

Bat_Jutlândia.ppsx (27889281)

""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""

GARIBALDI E A CONQUISTA DE LAGUNA (1839)

A FLOTILHA QUE FOI POR TERRA

Pequena crónica de um marcante episódio militar da passagem de Garibaldi pelo Brasil.
 
Para ler o artigo, clicar em
 
____________________________________________________________________

Contactos

A BIGORNA
Granja - V. N. Gaia

© 2015 Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por Webnode