DAS GUERRAS DE INTERVENÇÃO

Antoine-Henri Jomini

            De todas as guerras que um Estado possa empreender, a mais conveniente e a que mais vantagens lhe proporciona é, sem dúvida, a guerra de intervenção num conflito que já está em curso. A explicação é fácil de compreender: um Estado que intervém deste modo coloca na balança todo o peso do seu poderio em conjunto com o da potência ao lado da qual se vai bater; faz a sua entrada na guerra quando assim o deseja e assim que se lhe depara o momento mais oportuno para proporcionar uma acção decisiva aos meios que decide empenhar.

Para ler o artigo, clicar em:

DAS GUERRAS DE INTERVENÇÃO.pdf (66209)

""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""

DAS GUERRAS DE OPINIÃO

Antoine-Henri Jomini

Embora as guerras de opinião, as lutas nacionais e as guerras civis facilmente se confundam como sendo um mesmo tipo de conflito, o certo é que diferem umas das outras o bastante para justificar que nos ocupemos delas separadamente.

Para ler o artigo, clicar em

DAS GUERRAS DE OPINIÃO.pdf (92122)

*******************************************************************

Contactos

A BIGORNA
Granja - V. N. Gaia

© 2015 Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por Webnode