1938 – NO RESCALDO DE MUNIQUE

Winston Churchill

Em 30 de Setembro, a Checoslováquia curvou-se perante as decisões de Munique. “Desejava”, assim o afirmaram, “protestar solenemente perante o mundo, contra uma decisão que lhe havia sido imposta”. O presidente Benés apresentou a sua demissão, “porque a sua presença arriscava-se a constituir um obstáculo à evolução que devia seguir o novo Estado”.

Para ler o artigo, clicar em:

Rescaldo_Munique.pdf (512943)

vvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvv

1938 – A TRAGÉDIA DE MUNIQUE

1.ª Parte

Winston Churchill

O Sr. Chamberlain tinha, agora, o controlo absoluto da política externa britânica, e Sir Horace Wilson era o seu confidente e principal colaborador. Não obstante as crescentes dúvidas que o Foreign Office sentia acerca da prudência da política do primeiro-ministro, Lorde Halifax seguia as directivas do seu chefe. O gabinete estava profundamente perturbado, mas obedecia.

Para ler o artigo, clicar em:
 
 
********************************************************************

1938 – A TRAGÉDIA DE MUNIQUE

2.ª Parte

Winston Churchill

A humilhação sentida após as propostas anglo-francesas levou o governo checo à demissão. Um governo não-partidário foi formado sob a chefia do general Syrovy, comandante das legiões checoslovacas na Sibéria, durante a Guerra Mundial. Em 22 de Setembro, o presidente Benés dirigia à nação checa, pela rádio, um apelo à calma, pleno de dignidade. Enquanto Benés preparava o seu discurso, Chamberlain tomava o avião para a segunda entrevista com Hitler, desta vez na vila renana de Godesberg.

Para ler o artigo, clicar em:

Tragédia_Munique 2P.pdf (346209)

~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

1938 – A TRAGÉDIA DE MUNIQUE

3.ª Parte

Winston Churchill
Foram escritos diversos relatos desta memorável reunião, e não podemos, aqui, fazer mais do que registar alguns traços particulares. Não foi endereçado convite à Rússia. E, os próprios checos não foram admitidos nas reuniões. O governo checo tinha sido informado, com algumas palavras secas, na noite de 28, de que iria ter lugar no dia seguinte uma conferência com representantes das quatro potências europeias.
 
Para ler o artigo, clicar em:
 
_____________________________________________________________________________________

CHECOSLOVÁQUIA/1938

DIPLOMACIA PUSILÂNIME

Winston Churchill

Hitler mantinha-se convencido de que a sua forma de julgar as coisas era a correcta. Em 18 de Junho, deu as suas ordens definitivas para o ataque à Checoslováquia, procurando, ao mesmo tempo, acalmar as inquietações dos seus generais.

Para ler o artigo, clicar em:

Diplomacia Pusilânime.pdf (124751)

******************************************************************

1938 – A VEZ DA CHECOSLOVÁQUIA

Winston Churchill

O processo da Checoslováquia foi aberto publicamente por Hitler, quando do discurso que pronunciou perante o Reichstag, em 20 de Fevereiro de 1938: “Mais de 10 milhões de alemães, declarou ele, vivem em territórios de dois Estados com os quais temos uma fronteira comum”. Era, para a Alemanha, um dever imperioso proteger estes irmãos alemães e assegurar-lhes “a mais completa liberdade, simultaneamente pessoal, política e ideológica”.

Para ler o artigo, clicar em:

1938 - Checoslováquia.pdf (125157)

********************************************************************

1938 – ODOR DE GUERRA

Winston Churchill

O atentado perpetrado contra a Áustria e a subjugação da sua magnífica capital, com toda a sua glória, cultura e contribuição para a história da Europa, feriram-me profundamente. Desde o dia seguinte a estes acontecimentos, em 14 de Março, que tomei a palavra na Câmara dos Comuns.

Para ler o artigo, clicar em:

1938_Odor de Guerra.pdf (104653)

=============================================================

1938 – A ANEXAÇÃO DA ÁUSTRIA PELA ALEMANHA

Winston Churchill

Em Março de 1938, com a cumplicidade de Mussolini, a Alemanha invade a Áustria e decreta a dissolução da República Austríaca e a anexação do seu território ao Reich alemão.

Para ler o artigo, clicar em:

1938 Anexação da Áustria.pdf (863881)

^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^

1936 – HITLER REOCUPA A RENÂNIA

Winston Churchill

Em 7 de Março de 1936, duas horas depois de ter proposto aos países signatários do tratado de Locarno um pacto de vinte e cinco anos, Hitler anunciou no Reichstag que tinha a intenção de reocupar a Renânia, e, no mesmo instante em que pronunciava o seu discurso, uma coluna alemã de 35.000 homens penetrava na zona interdita e fazia a sua entrada nas principais cidades renanas. 

Para ler o artigo, clicar em:

Reocupação Renânia.pdf (130225)

ssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssss

AS FORÇAS ARMADAS ALEMÃS RECRIADAS POR HITLER

Winston Churchill

            No plano militar, a violação mais flagrante do Tratado de Versalhes consistiu na instauração do serviço militar obrigatório, em 16 de Março de 1935. Mas as medidas tomadas para desenvolver e reorganizar o exército alemão não apresentavam unicamente um interesse técnico. Tratava-se, para a Alemanha, de definir o papel exacto das Forças Armadas no Estado nacional-socialista. 

Para ler o artigo, clicar em:

A Wehrmacht.pdf (241006)

>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>><<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<

NÃO CUMPRIR O DEVER, NO PLANO DA SEGURANÇA NACIONAL, POR MEDO DE PERDER ELEIÇÕES

Winston Churchill

Em 1936, num debate parlamentar, Winston Churchill confronta o governo britânico e o primeiro-ministro Stanley Baldwin com o incumprimento de promessas em matéria de segurança do espaço aéreo. A resposta de Baldwin foi historicamente decepcionante.

Para ler o artigo, clicar em:

Churchill_Baldwin.pdf (368554)

*******************************************************************

O REARMAMENTO NAVAL ALEMÃO (1935)

Winston Churchill

Neste artigo, Churchill revela a sua revolta por o governo britânico, sem consultar a França, seu aliado, e sem informar a Sociedade das Nações, se ter empenhado num acordo particular com a Alemanha, para tornar caducas as cláusulas navais do tratado de Versalhes.

Para ler o artigo, clicar em:

Rearmamento naval alemão 1935.pdf (270597)

********************************************************************

1935 – PROVOCAÇÃO E RESPOSTA

Winston Churchill

Os três anos de trabalho de sapa, de preparativos secretos ou velados, estão agora concluídos. Hitler sente-se, finalmente, suficientemente forte para lançar o seu primeiro desafio público. Em 9 de Março de 1935, é anunciada oficialmente a constituição da aviação militar alemã, e, em 16, declara-se que o princípio fundamental do Exército será, daqui em diante, o serviço nacional obrigatório.

Provocação e resposta 1935.pdf (115808)

++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++

A HORA MAIS NEGRA (1940)

Winston Churchill

Assim que clareou a manhã de 10 de Maio, começaram a chegar notícias terríveis. Os telegramas, em caixas a abarrotar, não paravam de chegar ao Almirantado, provenientes dos ministérios da Guerra e dos Negócios Estrangeiros.

Para ler o artigo, clicar em

Hora - negra.pdf (265998)

vvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvv

 

1934 - Pausa no desarmamento e golpe nazi abortado na Áustria

Winston Churchill

Regressemos, por instantes, à Câmara dos Comuns. No mês de Julho de 1934, a Comissão Permanente da Conferência do Desarmamento, em Genebra, foi suspensa sine die

Para ler o artigo, clicar em

Pausa desarmamento_golpe nazi Áustria.pdf (261306)

++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++

1934 – A ÁUSTRIA NA MIRA DE HITLER E A INQUIETAÇÃO DE MUSSOLINI

Winston Churchill

A subida de Hitler à Chancelaria, em 1933, não tinha provocado em Roma qualquer entusiasmo. O nazismo era ali considerado como uma versão brutal e extremista do fascismo. As pretensões de uma Grande Alemanha sobre a Áustria e a Europa Central também lá eram bem conhecidas.

Para ler o artigo, clicar em

Churchill_1934.pdf (485317)

~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

AS NEGOCIAÇÕES PARA A LIMITAÇÃO DE ARMAMENTOS NA DÉCADA DE 1930

Winston Churchill

O governo MacDonald-Baldwin mantinha-se obstinadamente cego e surdo perante os sintomas inquietantes que se iam manifestando na Europa. Tratava-se de um esforço veemente para levar os vencedores a um desarmamento igual ao que fora imposto aos vencidos pelo Tratado de Versalhes.

Para ler o artigo clicar em

Limitação armamentos déc 1930.pdf (86074)

^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^

A ASCENSÃO DE HITLER AO PODER

Winston Churchill

Muitas coisas se tinham passado durante o ano que se seguiu à queda do governo de Brüning, em Maio de 1932. Von Papen e von Schleicher, o general-político, tinham, até então, tentado governar a Alemanha pela habilidade e a intriga. Os tempos já não consentiam esses processos. Von Papen, que havia sucedido a Brüning como chanceler, contava poder governar apoiando-se no círculo pessoal do presidente Hindenburg e no grupo dos ultranacionalistas do Reichstag.

Para ler o artigo, clicar em

Ascensão Hitler por W Churchill.pdf (502642)

++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++

CRÓNICA DOS ANOS PERDIDOS

Winston Churchill

A História deve julgar como altamente censurável não apenas a conduta seguida durante todos estes anos fatais por um governo britânico nacional de maioria conservadora, mas também a atitude que tomaram o partido Trabalhista-Socialista e o partido Liberal, dentro como fora do governo.

Para ler o artigo, clicar em

Anos Perdidos.pdf (521617)

=============================================================

HITLER E OS PRIMÓRDIOS DO NAZISMO COMENTADOS POR CHURCHILL

 

Na obra The Second World War, publicada em 1948, na qual Winston Churchill historiou todo o período que vai do final da 1.ª Guerra Mundial até ao final da 2.ª Guerra Mundial, o autor dedicou uma passagem imensamente significativa e ACTUAL aos primeiros passos da atribulada vida política de Adolf Hitler.

Para ler o artigo, clicar em

Churchill x nazi.pdf (283866)

******************************************************************

Contactos

A BIGORNA
Granja - V. N. Gaia

© 2015 Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por Webnode