DE REGRESSO DA GUERRA – 1919-1926

Para ler o artigo, clicar em

De regresso da guerra.pdf (128445)

********************************************************************

As Memórias de Ferreira do Amaral

Para ler o artigo, clicar em
 
 
vvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvv

A GRANDE GUERRA NA ÁFRICA ORIENTAL

1.ª Parte – Operações iniciais (1914-1915)

Quando a Grã-Bretanha declarou guerra ao Império Alemão, o facto de a África Oriental Alemã ter fronteira com o Quénia – colónia britânica onde facilmente podiam chegar reforços por via marítima – fazia antever a possibilidade de ali virem a confrontar-se forças dos dois impérios.

Para ler o artigo, clicar em

GG_AOA_1P.pdf (566278)

»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»«««««««««««««««««««««««««««««««««««

A GRANDE GUERRA NA ÁFRICA ORIENTAL

2.ª Parte - O reforço do ataque britânico ao Tanganica (1915-1916) e o início da participação portuguesa

Com o reforço de tropas britânicas e sul-africanas no Teatro de Operações do Tanganica, as forças alemãs de Von Lettow vão reposicionando-se para sul, cada vez mais perto da fronteira com Moçambique. Entretanto, Portugal entra na guerra ao lado dos Aliados.

Para ler o artigo, clicar em

GG_AOA_2P.pdf (732497)

wwwwwwwwwwwwwwwwwwwwwwwwwwwwwwwwwwwwwwwwwwwwwwww

A GRANDE GUERRA NA ÁFRICA ORIENTAL

 

3.ª Parte – A guerra que transitou por Moçambique (1916-1918)

Em 4 de Outubro de 1916, as tropas portuguesas que haviam atravessado o Rovuma e estabelecido os primeiros contactos de fogo com os Alemães deram início à operação destinada a conquistar Newala e Masasi. Após aceso combate com a guarnição germânica, iniciado em 22 de Outubro, Newala cai, em 26, nas mãos das tropas portuguesas, as quais também se apoderam de diverso material de guerra.

Para ler o artigo, clicar em

GG_AOA_3P.pdf (964737)

<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<

Contactos

A BIGORNA
Granja - V. N. Gaia

© 2015 Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por Webnode